Vai, abre o jogo! As mães dedicadas também sofrem! Não existe vida perfeita… {Mel Albuquerque Photography}

Evento realizado em 19/08/2015 - Fotos de meladm

Sabe aquela amiga que tem dois, três filhos, que diz que está tudo sempre ótimo, os filhos são uma maravilha, não dão trabalho, que a vida de casada nunca foi melhor e que não consegue nem lembrar de como era antes de ter filhos? Afff. Não tenho muita paciência. Quer dizer, até tenho, né. Amiga é isso. Juntas no real e no imaginário! Hehe. Mas sempre me dá vontade de chamar num canto, abrir uma garrafa de vinho e ter uma conversa dessas aí, como a a Charlotte e da Miranda. Meu Deussss desce daí, amiga! Cai na real. Se abre mulher!! Vai me deixar sozinha aqui, me sentindo como a pior mãe do mundo? Estamos todas no mesmo barco!!!! Ahahaha. Admite que é difícil, que às vezes você desejaria estar lá do outro lado do mundo para apreciar o silêncio e não ter que descansar da vida de mãe enquanto trabalha no escritório…

Eu juro que não vai ser por isso que os pimpolhos deixarão de ser nosso maior amor, nossa melhor realização, nosso motivo de orgulho. Eu sei, é meio desconexo, sem sentido, esquizofrênico. Mas é bem por aí, mesmo. Você pode desabafar e ainda vai poder continuar a terminar seus posts com: #amormaiordomundo! Ahahaha.

Ai, que bom esse desabafo. Coisa de mãe! 😉 De mãe que ama seus pimpolhos e que não deixa o bom humor de lado NUNQUINHAAAAA!!!

 

 
Compartilhar

Posts relacionados