Fotografia Documental de nascimento – O registro da magia {Mel Albuquerque Photography}

Evento realizado em 21/06/2016 - Fotos de meladm

Quando fotografo um nascimento eu me preparo, literalmente, como se fosse parir novamente. Me envolvo emocionalmente, observo tão atentamente que eu quase ouço pensamentos e as lágrimas obviamente brotam dos meus olhos discretamente por trás da câmera. Sinto o peso da responsabilidade deliciosa de transformar aqueles instantes que ficam nebulosos para o casal diante de tanta emoção e pela anestesia. Eu sei, já passei por isso. Duas vezes. E muitos detalhes eu não consigo lembrar até hoje.

Sinto que esse é o meu papel naquele instante: ajudar o casal a relembrar tudo o que aconteceu e também criar novas memórias do que eles não viram ou não lembram. Os bastidores com o bebê no pós parto, os momentos do bebê com o pai enquanto a mãe ainda está se recuperando… Tudo isso vale OURO! É como realizar o sonho de ser uma mosquinha e ver tudo de um outro ângulo. Vale até registrar os novos avós dormindo enquanto esperam o bebê chegar no berçário!! Afinal, a história precisa ficar completa! Hehe.

Foi assim com esse casal tão querido que conheci através da minha fotografia. Patricia e Willian desejaram muito o Nicolas. Tentaram por muito tempo e fizeram tudo o que estava ao alcance deles para ajudar o Nicolas a vir em paz pra esse mundo. E eu fui a escolhida pra acompanhar essa chegada. Que prestígio. Fiquei quietinha só observando.

Eles entraram em trabalho de parto cedinho de manhã. Passei na maternidade na parte da tarde pra começar o registro documental, sem nenhuma interferência e não os deixar nunca esquecer de quão enorme era aquele corredor da maternidade. Registrei os momentos a dois, antes da chegada da família, de toda a movimentação e ansiedade. Ali era só paz e eu estava lá. Só observando através da minha lente. Fui embora e quando recebi uma mensagem de whattsapp dela dizendo que o Nicolas sapeca tinha sentado, voltei correndo. Fui a primeira a chegar novamente e registrei a chegada de toda a família.

O Nicolas veio muito tranquilamente ao mundo. Chegou de bumbum e a primeira coisa que deu pra ver foram os pézinhos. Depois surgiu uma mão e daí, então depois de algumas manobras radicais, apareceu o Nicolas por inteiro! Não sei quem chorou mais, se foi o bebê ou a mãe. Muita emoção. Choro de alegria, de alívio por tudo ter dado certo, talvez um pouco de medo do desconhecido. Lembro de como eu tremia a caminho da sala de cirurgia no meu primeiro parto. Pernas bambas, corpo trêmulo. Não sei explicar. E não era da anestesia. Meu corpo chegava a bater na maca de tanto tremer. No segundo eu fui só paz. Uma paz inexplicável, também. Mas enfim, voltemos ao Nicolas! Aqui está um resumo do registro do dia em que ele chegou.

_W1A0566 _W1A0549_W1A0565_W1A0584_W1A0586_W1A0603-2 _W1A0631-2 _W1A0643-2 _W1A0698-2 _W1A0715-2 _W1A0724-2 _W1A0735-2 _W1A0742-2 _W1A0773-2 _W1A0825-2 _W1A0917-2 _W1A0937-2 _W1A0965 _W1A0971 _W1A0998 _W1A1000 _W1A1001 _W1A1059 _W1A1099 _W1A1101 _W1A1117 _W1A1125 _W1A1128 _W1A1142 _W1A1167 _W1A1172 _W1A1222 _W1A1314 _W1A1319 _W1A1361 _W1A1369 _W1A1414 _W1A1459 _W1A1502 _W1A1521 _W1A1549 _W1A1588 _W1A1597 _W1A1614 _W1A1762_W1A1976_W1A1971_W1A1980_W1A2001_W1A1981_W1A1991_W1A2007_W1A2014
 
Compartilhar

Posts relacionados